Maná da Segunda
Tempo de Reiniciar?

Tempo de Reiniciar?

June 30, 2020

MANÁ DA SEGUNDA
www.cbmc.org.br
http://www.facebook.com/groups/CBMCBRASIL 
https://manadasegunda.podbean.com/ 
29 de junho de 2020
Vinte e dois anos servindo às comunidades empresarial e profissional
________________________________________
Tempo de 'Reiniciar'
Por Robert J. Tamasy

Sou confirmadamente uma pessoa não tecnológica – alguém que não compreende os quês e porquês da tecnologia de computadores. Eu tenho uma estratégia simples para quando meu computador não está funcionando direito. Eu o desligo e ligo novamente para “reiniciar” o sistema e software. Na maioria das vezes isso funciona, reiniciando as coisas de modo que possam trabalhar de modo apropriado – mesmo que eu não entenda por quê.

Quando a pandemia da COVID-19 surgiu e começou a se espalhar por todo o mundo, todos nós virtualmente fomos afetados de inúmeras formas. As agendas de trabalho e nossa rotina foram interrompidas. Muitos se encontraram longe do trabalho temporariamente ou tentando descobrir maneiras de trabalhar em casa. Muitas pessoas sofreram reveses financeiros devido a salários reduzidos ou ficaram totalmente sem rendimentos.

Tal adversidade global foi sem precedentes e inesperada, mas, como meu computador, quando as coisas não estão funcionando como deveriam, talvez este seja um sinal de que é tempo para “reiniciar” – desligar tudo e começar de novo. Ocorreu-me que para aqueles que seguem a Jesus Cristo no mercado de trabalho, pode ter chegado o momento de reconsiderar a forma como encaramos nossa vocação. Qual é a nossa motivação, propósitos e objetivos?

Efésios 2:10 declara: *Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras, as quais Deus preparou antes para nós as praticarmos*” E I Coríntios 3:9 afirma: *Pois nós somos cooperadores de Deus; vocês são lavoura de Deus e edifício de Deus* Sendo isto verdade, como fica num sentido prático? Penso que uma porção de outra passagem, II Coríntios 5:14-20, nos dá esclarecimento:

*Pois o amor de Cristo nos constrange, porque estamos convencidos de que um morreu por todos; logo, todos morreram. E Ele morreu por todos para que aqueles que vivem já não vivam mais para si mesmos, mas para Aquele que por eles morreu e ressuscitou...Tudo isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, ou seja, que Deus em Cristo estava reconciliando consigo o mundo, não levando em conta os pecados dos homens, e nos confiou a mensagem da reconciliação. Portanto, somos embaixadores de Cristo, como se Deus estivesse fazendo o Seu apelo por nosso intermédio. Por amor a Cristo lhes suplicamos: Reconciliem-se com Deus*

Há muito para aprendermos com esta passagem, mas o tema central é: já que Cristo morreu em nosso favor e nos reconciliou com Deus, somos chamados para representá-Lo diante de outros - inclusive aqueles com quem nos encontramos diariamente no ambiente de trabalho – como Seus embaixadores. Aqui estão alguns pontos importantes que devemos considerar enquanto temos este tempo para “reiniciar”:

Somos criação de Deus. Cada um de nós é único, com uma combinação de dons, talentos, experiências e paixões, diferentes de qualquer outra pessoa. Espera-se que usemos tudo isso para a glória de Deus.

Somos “Sua lavoura e edifício”. Incontáveis pessoas ao nosso redor, em escritórios, lojas e fábricas necessitam ouvir a mensagem de reconciliação de Jesus Cristo. O fato de que aprouve a Deus nos colocar onde estamos é uma evidência de que Ele quer que O representemos nesse lugar.

Somos embaixadores do Senhor. Um embaixador não busca cumprir o seu próprio programa de trabalho, mas sim as metas e propósitos daqueles que estão sendo representados por ele. De igual modo, no mercado de trabalho somos chamados a servir e representar nosso Senhor, por meio de nossas ações e palavras.

Próxima semana tem mais!
________________________________________
Robert J. Tamasy, é jornalista, editor e escritor, e autor de "Business at Its Best: Timeless Wisdom from Proverbs for Today's Workplace" e "Tufting Legacies" (ainda não traduzidos para o português). Em co-autoria com David A. Stoddard escreveu "The heart of Mentoring" e tem editado numerosos outros livros, incluindo "Advancing Through Adversity", por Mike Landry. Tamasy mantém um site www.bobtamasy-readywriterink.com e um blog atualizados semanalmente www.bobtamasy.blogspot.com. Tradução de Mércia Padovani. Revisão de Juan Nieto. Narrado por Aline Kayo.
________________________________________
MANÁ DA SEGUNDA®️ é uma reflexão semanal do CBMC - Conectando Business e Mercado a Cristo, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. ©️ 2020 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL - E-mail: adm.mana@cbmc.org.br -Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol, francês, inglês, italiano e japonês.
________________________________________
Questões Para Reflexão ou Discussão

1. Como a pandemia do COVID-19 afetou você pessoalmente? Qual o impacto que causou em sua companhia? No momento, o quanto você já evoluiu no caminho para a recuperação?
2. Já que nossa rotina de trabalho normal foi interrompida de alguma maneira durante esse tempo, você pensou em aproveitar esta oportunidade para "reiniciar" - reavaliar o que você tem feito, porque tem feito e como as coisas podem ser diferentes quando tudo voltar ao "normal"?
3. O que você pensa da ideia de que somos “criação de Deus”? O que isto significa para você? Se você fosse fazer deste entendimento parte intencional da forma como aborda o seu trabalho dia a dia, isso iria mudar a forma como conduz seu trabalho, suas metas e motivações? Explique sua resposta.
4. Já foi dito que, para os que seguem Jesus Cristo, sempre que colocam os pés fora de seus escritórios, cubículos ou prédios onde trabalham, ou mesmo viajam para qualquer lugar a trabalho, eles estão entrando em campo missionário. Você crê nisso? Por quê?

Nota: Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Provérbios 13:6; 14:23; 22:29; 28:2; Mateus 6:19-21, 33-34; 25:14-30.

Deve ser cada um pra si?

Deve ser cada um pra si?

June 30, 2020

MANÁ DA SEGUNDA
www.cbmc.org.br
http://www.facebook.com/groups/CBMCBRASIL
https://manadasegunda.podbean.com/
22 de junho de 2020
Vinte e dois anos servindo às comunidades empresarial e profissional
________________________________________
Deve Ser 'Cada um por Si?'
Por Jim Mathis

Ao buscarmos ganhar nosso sustento no mercado de trabalho contemporâneo, será que deveríamos adotar o lema “cada um por si”? Será que nossa atitude não deveria ser “estamos todos no mesmo time”? Esta pode ser uma das questões fundamentais da sociedade. Um princípio básico do capitalismo é que cada um deve correr sua própria corrida. Até mesmo na Bíblia, o apóstolo Paulo usa a corrida como uma metáfora para a vida. Em I Coríntios 9:24 ele diz: *Vocês não sabem que de todos os que correm no estádio, apenas um ganha o prêmio? Corram de tal modo que alcancem o prêmio*

Lendo isso parece que ele está dizendo que todos deveriam correr sua própria corrida, sem se importar ou se preocupar com as outras pessoas. Mas será que é isso o que ele quis dizer? Na maioria dos países industrializados, pelos últimos 200 anos mais ou menos, as pessoas foram encorajadas a olhar por si mesmas. Estamos falando em termos de responsabilidade individual, e se alguém ficar para trás, é problema dele, e não nosso.

Infelizmente, essa atitude resultou em todo o tipo de mesquinharia. Tudo, desde racismo a escravidão e empréstimos predatórios aconteceram em nome do capitalismo e da compreensão generalizada do laissez-faire – uma questão de cuidar apenas de si mesmo. Até mesmo os cristãos geralmente usam a expressão “Relacionamento pessoal com Cristo”, o que sugere que se trata apenas de Jesus e o indivíduo.

Todavia, uma compreensão geral do ensinamento de Jesus mostra totalmente o oposto. Provavelmente estamos levando a metáfora de Paulo sobre corrida longe demais. Por exemplo, em Hebreus 10:24-25 vemos a advertência para estarmos juntos em espírito de unidade e cooperação: *E consideremos uns aos outros para nos incentivarmos ao amor e às boas obras. Não deixemos de reunir-nos como igreja, segundo o costume de alguns, mas procuremos encorajar-nos uns aos outros, ainda mais quando vocês veem que se aproxima o Dia*

Viver em comunidade e ajudar uns aos outros é fundamental para todos os que desejam seguir a Cristo. Sabemos por Atos 2 que a igreja primitiva levava isso muito a sério, exibindo muitos exemplos de crentes que se ajudavam mutuamente, inclusive materialmente, para que ninguém do grupo passasse necessidades.

Em outras palavras, ao invés de “cada um por si”, sua convicção era “Todos estamos no mesmo time”. Em times esportivos, se um jogador insiste em marcar todos os pontos, não passa a bola para os outros ou se recusa a ajudar a equipe, todo o time acaba perdendo. Quando um time perde, todos da equipe perdem. Se o time vence, todos os jogadores compartilham a glória.

Muito tem sido escrito acerca dos benefícios dos relacionamentos fortes. As pessoas são mais saudáveis, vivem mais e são geralmente mais felizes se têm grandes amizades. É benéfico ajudar e encorajar uns aos outros.

Pessoalmente, uma grande mudança que aconteceu quando eu decidi seguir a Cristo foi deixar de ter uma existência egocêntrica e passar a ter uma vida centrada na comunidade. Minha vida mudou drasticamente para melhor quando deixei de olhar para mim mesmo e passei a descobrir formas de ajudar aos outros com um senso de comunidade. A vida foi de um esporte individual, como uma corrida, para um esporte de equipe, trabalhando e visando nosso benefício mútuo.

Não existe isso de “lobo solitário”, mesmo porque até mesmo lobos vivem em grupo – uma comunidade – para ajudar toda a matilha a prosperar. Como seres humanos seguidores de Cristo, somos chamados para estar no mesmo time, lutando para fazer do mundo um lugar melhor. Esta é uma forma de dar glória a Deus.

Próxima semana tem mais!
________________________________________
Texto de autoria de Jim Mathis, dono de um Estúdio de Fotografia em Overland Park, Kansas, USA, especializado em trabalhos corporativos, comerciais e artes dramáticas. Também dirige uma Escola de Fotografia. Jim é autor de "Câmaras de Alto desempenho", livro para pessoas comuns sobre fotografia digital. Foi dono de uma Cafeteria e Diretor Executivo do CBMC, em Kansas City, Kansas, Missouri. Tradução de Mércia Padovani. Revisão e adaptação de Juan Nieto. Narrado por Aline Kayo. 
________________________________________
MANÁ DA SEGUNDA®️ é uma reflexão semanal do CBMC - Conectando Business e Mercado a Cristo, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. ©️ 2020 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL - E-mail: adm.mana@cbmc.org.br -Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol, inglês, italiano e japonês.
____________________________________
________________________________________
Questões Para Reflexão ou Discussão

1. Você já ouviu a expressão “cada um por si”? Ao pensar em tal filosofia, o que ela significa para você?
2. Quais são as diferenças fundamentais entre a abordagem “cada um por si” e “estamos todos no mesmo time” em relação ao trabalho e a forma como interagimos com os outros – colegas de trabalho, empregados ou empregadores, clientes e fornecedores?
3. Em termos de fé, como você vê estas diferenças funcionarem num sentido real? Existe o perigo de enfatizar demais um “relacionamento pessoal com Jesus Cristo”? De que forma?
4. Como todos podem se beneficiar de uma abordagem mais voltada para o sentido de time, na forma como expressamos nossa fé, não apenas no ambiente religioso, mas também na esfera do trabalho onde somos chamados de “embaixadores de Cristo”?

Nota: Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Provérbios 27:17; Eclesiastes 4:9-12; I Coríntios 3:9; 6:19; 12:12-27; II Timóteo 2:2.

Combater o medo do desconhecido no que é conhecido

Combater o medo do desconhecido no que é conhecido

June 30, 2020

MANÁ DA SEGUNDA
www.cbmc.org.br
http://www.facebook.com/groups/CBMCBRASIL 
https://manadasegunda.podbean.com/ 
15 de junho de 2020
Vinte e dois anos servindo às comunidades empresarial e profissional
________________________________________
Combater o Medo do Desconhecido no que é Conhecido
Por Robert J. Tamasy

Anos atrás, discutindo os desafios de tomar decisões durante a guerra do Oriente Médio, (Donald Rumsfeld) descreveu os fatores variáveis envolvidos da seguinte forma: “Há coisas que sabemos que sabemos, coisas que sabemos que não sabemos e coisas que nem sabemos que não sabemos.” Nós podemos jamais ter que lidar com responsabilidades de tempos de guerra, mas dadas as incertezas do mercado de trabalho – mesmo quando não estamos em meio a uma pandemia global – o que não sabemos, o desconhecido, exerce grande pressão sobre nós.

Ao entrarmos em 2020, uma das coisas que “sabíamos que sabíamos” era que a economia em muitas partes do mundo estava prosperando. Com base naquilo que estávamos vivenciando, havia uma grande expectativa de que o mercado de trabalho continuasse a atravessar tempos de prosperidade. Entre as “coisas que não sabíamos” estava o conhecimento de que um evento grave poderia mudar repentinamente a atmosfera econômica. Todos sabiam que existia essa possibilidade, mas ninguém sabia com certeza o que poderia ser. A maior de todas as coisas que “nem sabíamos que não sabíamos” ao se iniciar o novo ano, evidentemente, era a emergência da COVID-19, um vírus incrivelmente agressivo que se espalhou a partir da China e fez surgir uma pandemia global.

Tendemos a deixar que as coisas que não sabemos – tanto aquelas que sabemos que não sabemos, quanto as que nem sabemos que não sabemos – nos oprimam, enchendo-nos de medo e preocupação. Entretanto, existe uma alternativa. Podemos fazer a escolha de concentrarmos o foco sobre as coisas que “sabemos”, aquelas em que podemos confiar e das quais podemos depender. O problema é que, em tempos turbulentos como o que estamos vivendo agora, existem poucas coisas que sabemos nas quais podemos nos apoiar confiantemente.

É quando a fé – a segurança confiante e a sincera expectativa que temos no Deus da Bíblia – pode nos sustentar. Corrie ten Boom, que com sua família na Holanda ajudou muitos judeus a escaparem dos nazistas durante a II Guerra Mundial, escreveu sobre isso. Ela disse: “Jamais tenha medo de confiar um futuro desconhecido a um Deus conhecido.”

Na Palavra de Deus encontramos centenas de promessas e preceitos, declarações de confiança que temos da parte de Deus como seguidores de Jesus Cristo, que se aplicam diretamente tanto ao mercado de trabalho quanto a qualquer outra área da vida. Aqui estão algumas delas e eu o encorajo a procurar muitas mais nas Escrituras:

Sabemos que Deus tem um propósito específico para a nossa vida. *Porque sou Eu que conheço os planos que tenho para vocês, diz o Senhor, planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro...Vocês Me procurarão e Me acharão quando Me procurarem de todo o coração* (Jeremias 29:11-13).

Sabemos que Deus usa as adversidades que enfrentamos para nosso próprio benefício. *Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que O amam, dos que foram chamados de acordo com o Seu propósito* (Romanos 8:28).

Sabemos que Deus não está distante; Ele é acessível. *Pois não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, mas sim alguém que, como nós, passou por todo tipo de tentação, porém, sem pecado. Assim, aproximemo-nos do trono da graça com toda a confiança, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos graça que nos ajude no momento da necessidade* (Hebreus 4:15-16). *Por intermédio de quem [Cristo] temos livre acesso a Deus em confiança, pela fé nEle* (Efésios 3:12).

Sabemos que Deus ouve e responde nossas orações. *Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: se pedirmos alguma coisa de acordo com a vontade de Deus, Ele nos ouvirá. E se sabemos que Ele nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que temos o que dEle pedimos* (I João5:14-15).

Próxima semana tem mais!
________________________________________
Robert J. Tamasy, é jornalista, editor e escritor, e autor de "Business at Its Best: Timeless Wisdom from Proverbs for Today's Workplace" e "Tufting Legacies" (ainda não traduzidos para o português). Em co-autoria com David A. Stoddard escreveu "The heart of Mentoring" e tem editado numerosos outros livros, incluindo "Advancing Through Adversity", por Mike Landry. Tamasy mantém um site www.bobtamasy-readywriterink.com  e um blog atualizados semanalmente www.bobtamasy.blogspot.com.

Tradução de Mércia Padovani.

Revisão de Juan Nieto.

Narrado por Aline Kayo.

________________________________________
MANÁ DA SEGUNDA®️ é uma reflexão semanal do CBMC - Conectando Business e Mercado a Cristo, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. ©️ 2020 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL - E-mail: adm.mana@cbmc.org.br -Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização.
Disponível também em alemão, espanhol, francês, inglês, italiano e japonês.
________________________________________
Questões Para Reflexão ou Discussão

1. Quais são as coisas que você “sabe que sabe” – aquelas com as quais pode contar e confiar nas suas buscas profissionais e vida cotidiana?
2. Quais as coisas que você “sabe que não sabe” e que podem lhe trazer preocupação? E quanto àquelas que você “nem sabe que não sabe” e que lhe fazem perder o sono?
3. Por que aquilo que não sabemos da vida é tão problemático para muitos de nós? Como podem causar estresse, por vezes desnecessário, quando nos concentramos em coisas que estão além do nosso controle?
4. As coisas que “sabemos que sabemos” que encontramos na Bíblia lhe trazem paz e conforto em tempos de adversidade? Por quê? Se você encontra fontes de confiança nas Escrituras, quais as mais importantes para você?

Nota: Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Isaías 40:31; 41:10; Jeremias 33:3; João 3:16; II Coríntios 5:21; Filipenses 4:6-9.

Um Encontro Transformador

Um Encontro Transformador

June 8, 2020

Qual a importância de ter alguém, não apenas para mostrar o caminho para um relacionamento com Jesus Cristo, mas também para ensinar você e servir de exemplo sobre o que significa ser um seguidor fiel e consistente de Cristo? Você já fez isso com outra pessoa?

Saiba mais no Maná desta semana.

 

Tradução de Mércia Padovani 
Revisão de Juan Nieto
Narrado por Aline Kayo

www.cbmc.com.br

Estratégias não convencionais de contratação

Estratégias não convencionais de contratação

June 8, 2020

O que você pensa de empregar pessoas com antecedentes criminais? Quais os potenciais problemas de tal prática? Quais as possíveis oportunidades?

 

Tradução de Mércia Padovani 
Revisão de Juan Nieto
Narrado por Aline Kayo

www.cbmc.com.br

O poder e impacto da persistência

O poder e impacto da persistência

May 26, 2020

Você é um bom vendedor? Qual a parte mais difícil ao se vender algo, seja um produto, serviço ou até a si próprio? Saiba mais sobre o efeito da persistência na maná desta semana.

Por Ray Kerwood

 

Tradução Mércia Padovani
Revisão Juan Nieto
Narrado por Aline Kayo

 

Link para download do ebook citado pelo autor:

https://www.cbmcint.com/ebook

 

E quanto ao décimo sexto segundo?

E quanto ao décimo sexto segundo?

May 19, 2020

Você já dedicou muito tempo e energia para alcançar uma meta, somente para descobrir que a alegria da realização desaparece rapidamente?

Por Robert Tamasy

 

Tradução de Mércia Padovani

Revisão Juan Nieto

Narrado por Aline Kayo

 

www.cbmc.org.br

Qual é o seu ponto de referência?

Qual é o seu ponto de referência?

May 12, 2020

Você já notou que ao longo dos anos o que é considerado certo ou errado - inclusive profissionalmente - parece mudar? 

Por Jim Langley

Tradução de Mércia Padovani
Revisão de Juan Nieto
Narrado por Aline Kayo

Escolher com calma e quietude em um mundo irado e barulhento

Escolher com calma e quietude em um mundo irado e barulhento

May 4, 2020

Por que, em sua opinião, algumas pessoas parecem pensar que quanto mais alto gritarem mais chances têm de persuadir ou influenciar os discordantes?

Um sussurro suave ou um grito?

Leia mais a cerca do assunto no maná desta semana.

Por Rick Box 

Tradução de Mércia Padovani
Revisão de Juan Nieto
Narrado por Aline Kayo

Gratificação imediata ou ganho no longo prazo

Gratificação imediata ou ganho no longo prazo

April 28, 2020

O autor deste “Maná” nos pergunta de que forma as decisões que tomamos hoje afetarão a qualidade da nossa eternidade. Que lhe vem à mente ao ler isso?

Por Ken Korkow

 

Tradução de Mércia Padovani
Revisão de Juan Nieto
Narrado por Aline Kayo